terça-feira, 1 de abril de 2014

" Amizade é Rima! " de J.J. Oliveira Gonçalves & " Também falo dele " de António Barroso (Tiago) - Poemas dedicados a Eugénio de Sá

 Por ocasião do aniversário do poeta Eugénio de Sá, os seus dois amigos poetas J.J.Oliveira Gonçalves & António Barroso (Tiago) dedicaram-lhe estes dois poemas:
Amizade é Rima!
(Ao Poetamigo Eugénio de Sá!)
J.J. Oliveira Gonçalves

Amizade... cordial rima
Tem textura, gosto e cor!
Luminosa Obra-Prima
E sinônimo de Amor!

Amizade é o Sentimento
Carregado de calor!
Presente a todo momento:
Na alegria e na Dor!

Amizade é essa Paz
Do passarinho cantor!
Só quem a tem é capaz
De avaliar o seu Valor!

Amizade é com certeza
Ser Fiel ao Criador!
Preservando a Natureza:
Sendo igual e não senhor!

Amizade é Alma-Irmã
Pétalas da mesma Flor!
É o Sol beijando a manhã
Em silencioso Louvor!

Amizade é essa Lição
Que aprendo sempre mais:
Bela e inocente Canção
Que canto co'os animais!


*Saudando o poeta-irmão Eugénio de Sá,
neste 29 de Março/2014, pelo seu natalício!
Felicidades, Eugénio - Amigo meu!!!!
Abração franciscano do JJ!

*Flores do "Jardim da Kika" para embelezar teu Dia!!








Também falo dele
António Barroso (Tiago)

Respondendo ao poema autobiográfico de Eugénio de Sá:

“Dele vos falo! “ -


De esfíngico olhar? Não, é sorridente
Assim o conheci e, assim o leio
Nos versos que elabora, sem receio
De afrontar, com razão, o dirigente.

De fronte alevantada, isso é verdade,
Não verga ante a visão duma injustiça,
E fazendo da pena, elmo, vai à liça,
Olhando, em frente, com frontalidade.

Seu punho não se afunda em nenhum peito,
Por vezes, a vontade não lhe falta,
Consegue dominar-se, não se exalta,
E um poema escreve, no seu jeito.

Concordo que ele é dado à reflexão,
Que tem amor à vida, e a natureza
Lhe vai encher os sonhos de beleza,
Que, em versos, retribui, com gratidão.

Pensa que o amor é dádiva suprema,
Algo misterioso, que é tão belo,
Que no seu viver simples, e singelo,
Esboça, com alegria, num poema.

Não é um santo, não, que asas não tem,
Porém, em sonhos, voa por esses céus
Na esperança de, um dia, encontrar Deus,
E poder regressar fazendo o bem.

Que ninguém lhe retire a liberdade,
Que é coisa que ele preza e que tanto ama,
É sua estrela guia, é sua chama
No meio da escuridão, é a claridade.

A minha descrição vale bem pouco
P'ra retratar Eugénio. Quem diria
Que quer mudar o mundo! Que utopia!
Ainda é bom poeta, mas é louco!...

Parede - Portugal (27/03/2014)
 



10 comentários:

António Zumaia disse...

Belíssimo trabalho poético, bem demonstrativo do valor de quem escreve e de quem é alvo de tão sublime homenagem, por sua vez um brilhante poeta também.

Abraço amigo
Zumaia

HenryF disse...

Belos poemas que mostram bem a amizade de quem os escreveu, para o amigo e grande poeta Eugénio de Sá. Um abraço de parabéns, para quem nos tem dado belos poemas, que só engrandecem a língua portuguesa.
O admirador
Henrique F

Paulo Avila disse...

Fazer poético que reverbera com fluidez e emoção, uma justa e merecida homenagem ao grande poeta lusitano, Eugénio de Sá.
que marca a poesia contemporânea
com muita sensibilidade e intensidade. Parabéns aos poetas.
Um abraço.

Fernanda Araujo disse...

Belos presentes! E Eugênio, grande poeta, é deles merecedor! Aplausos!

Mayte Dalianegra disse...

Dos muy hermosos poemas dedicados a la amistad, y concretamente a Eugénio de Sá. Muy bellos, querida Susana. Besos y abrazos.

Virgínia Branco disse...

Bonitos poemas de dois belíssimos Poetas!
JJPOETA através duma rima bastante musical, esplana o bonito sentimento da amizade que os liga na POESIA e na vida!
O Poeta António Barroso/Tiago
confirma-nos a personalidade do Poeta Eugénio de Sá, exaltando o seu perfil de grande pensador...!
Como é linda e comovente a amizade em todas as vertentes e também na Poética!
Obrigada por partilhar estes maravilhosos Poemas. Um abraço Virgínia Branco

helia disse...

Um Poema maravilhoso !

J.J. Oliveira Gonçalves disse...

Amigão Eugénio...
Feliz de aqui estar nesta modesta mas sincera homenagem ao Poeta que és tu - que me conquistaste, com sua Poesia e tua figura humana e solidária!
Feliz, ainda, de estar tão bem acompanhado pelo nosso fraterno Poeta António Barroso (Tiago).
Agradeço, com alegria, a todos os que, cá, postaram seus comentários e demonstraram seu apreço!
Abraço franciscano para todos!
JJ!

Marlei Alvarenga disse...

Querido Eugénio, satisfação em ler tamanha homenagem dedicada à vossa pessoa.
Fico feliz em ver o carinho que recebes por tantos amigos.
Desejo-lhe que Deus lhe conceda muitos e muitos anos de vida, realizando seus sonhos, dando-lhe saúde, amigos , amor, muita paz.
Parabéns por mais um ano de vida.
Parabéns aos poetas que lhe prestigiaram.
Forte abraço e beijo carinhoso

Marlei Alvarenga
(Angélica Brio)

Mariazita disse...

Bom dia, Susana
Gostei muito de a ver na minha «CASA». Obrigada pela presença.

Como já tinha visto e comentado o post acima... desci um degrau e vim apreciar estes dois belos poemas dedicados ao Eugénio - que bem os merece.

Votos de excelente fim de semana.
Beijinhos